URGENTE: Rede Social de direita é atacada por hackers e vaza dados de bolsonaristas

A nova rede social Gettr, idealizada para ser um ambiente que luta contra a censura da esquerda, foi atacada e sofreu uma falha mundial logo após o seu lançamento.

Segundo o portal tecnoblog, a nova rede social foi inundada por conteúdo adulto envolvendo a Sonic (!), deixando um lastro de brechas no sistema que foi o suficiente para vazar mais de 80 mil dados de usuários.

O especialista em cibersegurança Alon Gal explica no Twitter que, devido a uma API mal implementada na Gettr, foi possível extrair nomes reais, nomes de usuário, ano de nascimento e endereços de e-mail – esta última informação deveria ficar oculta para o público. Uma base de dados contendo tudo isso foi publicada de graça em um fórum na última terça-feira (6)” relata matéria do tencnoblog.

Ainda segundo uma verificação realizada pelo próprio site, foram encontrados mais de 78 mil endereços de email expostos, dos quais mais de 3 mil são de apoiadores ou pessoas ligadas ao Presidente Bolsonaro e ao ex-presidente Donald Trump.

Entre os dados vazados estão o senador Flávio Bolsonaro, a deputada Carla Zambelli e o ministro Fábio Faria.

Dados vazados da Gettr (Imagem: Reprodução)
Imagem de emails vazados (censuramos por motivos de segurança)

Os dados teriam sido vazados em um fórum (de nome não revelado), e haviam planos de novos ataques, que foram impedidos graças a mudanças de API no site. O empresário fundador do site se pronunciou sobre o ataque:

A breve invasão que aconteceu na manhã de domingo foi rapidamente corrigida. Embora o problema já tenha sido resolvido, a Gettr leva a segurança cibernética a sério e realizou outra rodada de testes feita por uma empresa white hat” citou o fundador da empresa sobre o ocorrido.

O fundador Jason Miller, é ex-assessor de Trump, mas Trump não tem perfil ativo na plataforma.

COMPARTILHE: