Bolsonaro zera impostos federais, mas governadores não abrem mão do ICMS

Uma das coisas que as pessoas mais reclamam é da alta dos preços de produtos básicos, como o gás de cozinha.

Acontece que esse produto sai da refinaria custando apenas R$45, e mesmo assim os consumidores acabam pagando um alto imposto “na ponta da linha”, chegando a custar até R$130 na revenda.

Só que a pergunta certa ninguém faz. A pergunta é: de onde vem esse imposto?

Esse imposto é o ICMS, imposto que é controlado por governadores e que pode variar de estado para estado.

O ICMS também atinge todas as outras mercadorias, como o combustíveis e até alimentos. Então não adianta muito o Presidente zerar impostos enquanto os governadores se aproveitam disso para aumentar o ICMS de cada estado. O presidente comentou o assunto:

As pessoas precisam saber quem elas precisam cobrar.

COMPARTILHE: