Após usar ideologia de gênero para crianças, BK sofre prejuízo de R$97 milhões no 2º trimestre de 2021

A BK Brasil, empresa que controla as franquias Popyes e Burger King Brasil, uma das maiores empresas de fast food no Brasil, registrou um prejuízo de R$97 milhões no segundo trimestre de 2021.

A empresa sofreu diversas críticas após o uso de ideologia de gênero e crianças em suas peças publicitárias.

Mesmo com o prejuízo multimilionário, a empresa teve uma redução de 48% no prejuízo comparado ao ano de 2020, onde o prejuízo foi ainda maior e somou quase R$190 milhões.

A BK Brasil, operadora das franquias Burger King e Popeyes no país, registrou um prejuízo líquido atribuível aos sócios da companhia de R$ 97 milhões no segundo trimestre, queda de 48% em relação às perdas de R$ 186,8 milhões apuradas no mesmo período de 2020″.

Fonte: Valor Investe

A receita líquida da empresa também avançou no comparativo anual, graças a redução de custos da companhia, que ainda sofre intenso boicote e se recupera dos danos devido ao enfrentamento da crise sanitária.

Por outro lado, a receita líquida somou R$ 568 milhões, avanço de 94% no comparativo anual. As vendas comparáveis nos mesmos restaurantes subiram 6,9% para a Burger King e 48,8% para Popeyes.

Fonte: Valor Investe

COMPARTILHE NAS SUAS REDES SOCIAIS: